Nordestinos reagem a ofensas de humorista contra o cantor Assisão

152


Jorge de Altinho ao lado de Assisão – Foto: reprodução Facebook.

O humorista Murilo Couto, apresentador do Programa The Noite do SBT, através de postagem de um vídeo em seu Instagram no último sábado, 25, ridicularizou o grande artista nordestino Assisão, chegando a usar termos como “bêbado, drogado”.

“Você não sabe se ele está bêbado, drogado ou se ele é isso aí, esse zumbi”, disparou Murilo Couto, após assistir trecho de uma live de Assisão realizada no último dia 17 de abril.

No domingo, o humorista fez outra postagem para pedir desculpas. Disse que recebeu centenas de mensagens contra o vídeo postado e pediu desculpas pelos comentários ofensivos. “Peço desculpa, porque fui muito ignorante”, declarou.

Mesmo assim, em todo o Nordeste várias pessoas, inclusive artistas, saíram em defesa de Assisão, considerado como um dos maiores artistas nordestinos.

O cantor Jorge de Altinho, em defesa de Assisão, pediu em seu Facebook, uma reflexão sobre o fato.

Confira:

O “humorista” pediu uma desculpinha debochada, viram? Quero aproveitar esse fato lamentável e propor uma reflexão a todos nós nordestinos: se Assisão estivesse num nível de reconhecimento que ele merece, divulgado e prestigiado pelo público e pela mídia, certamente ele não teria passado por isso. Concordam? Percebem que os chamados “artistas raiz” estão sujeitos a isso?! É claro que nada justifica a forma caluniosa e desrespeitosa adotada por quem quer que seja.

Mas vejam que, apesar de triste, essa é uma oportunidade para refletirmos sobre o reconhecimento que damos a nossa classe artística. Em que posição estamos colocando os nossos representantes? Posição de “destaque” ou de “desprezo”? Sem desmerecer o talento de ninguém, as grandes “estrelas” da música atualmente nos representam em quê? Todo artista tem o seu valor, independentemente do lugar onde tenha nascido, mas reconhecer o de fora em primeiro lugar, significa o quê?

Quando a gente precisar defender a nossa nordestinidade, onde é que a gente vai procurar os argumentos? Na cultura e nos valores de longe? Por quantos constrangimentos e humilhações ainda vamos passar até que a gente aprenda que a nossa maior riqueza cultural é o que nos torna únicos no mundo? Nosso lugar, nossos hábitos, nossas festas, nossa fala, nossas comidas, nosso jeito… quando a gente não dá valor na hora certa, acaba pagando um preço bem alto depois. Ou não?

Passamos o dia, eu minha mulher, refletindo sobre isso… porque, nas palavras dela, o que aconteceu hoje é só um reflexo do que ocorre todos os dias, todos os anos, toda temporada de São João… quando a gente trava uma batalha gigante pra trabalhar com dignidade.

#RespeitaoNordesteCabra

O empresário de eventos bonfinense Weliton Iluminações, radicado em Salvador, também destacou a importância de Assisão para o forró e para a cultura do nordeste compartilhando em seu Facebook uma nota de repúdio criada para descaracterizar as ofensas de Murilo ao cantor.

Weliton já trabalhou em diversos eventos juninos nos quais o cantor Assisão se apresentou.

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA