Com pandemia, Ecad prevê queda de 80% em direitos para autores de músicas juninas

20


Foto: Rosilda Cruz/SecultBa

Com o avanço da pandemia do novo coronavírus por mais de cinco meses no Brasil, o Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad) prevê uma queda de aproximadamente 80% nos valores arrecadados e distribuídos para autores de músicas juninas.

De acordo com informações da coluna de Mônica Bergamo, na Folha de S. Paulo, no ano passado o repasse para os artistas do gênero foi de R$ 5,5 milhões, referentes às obras executadas nas festas juninas. Este ano, no entanto, os músicos teriam recebido cerca de R$ 1,1 milhão.

Ainda segundo a coluna, o Ecad distribuiu R$ 690 milhões em direitos autorais para artistas e compositores no geral, de janeiro a agosto de 2020, representando um aumento de 4% com relação ao ano anterior. Segundo a entidade, no entanto, grande parte do valor é referente à arrecadação de 2019 e do início de 2020, antes da pandemia.

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA